Cientistas encontram os descendentes atuais de Otzi, o Homem de Gelo

Cientistas austríacos acreditam ter encontrado os descendentes de uma múmia humana 5300 anos depois que ele morreu e foi preservado no gelo no alto de uma geleira nos Alpes austríacos.

Especialistas da Universidade de Innsbruck Medical compararam amostras de DNA retiradas da múmia, apelidada Otzi, com as amostras de 3.700 doadores de sangue na região do Tirol da Áustria.

Nós encontramos 19 homens que têm a mesma ascendência que Otzi“, disse Walther Parson, o cientista forense que realizou o estudo. “Esses homens e o home de Gelo tem os mesmos antepassados.”

Preservado em gelo, Otzi foi encontrado por dois turistas alemães nos Alpes Otztal, na Suíça, em 1991. No início pensava-se que era o cadáver de um alpinista ou um soldado da 1ª Guerra Mundial, mas Otzi se tornou uma sensação científica quando os testes revelaram que ele morreu há mais de 5000 anos atrás.

FONTE: Times Live

Para saber mais sobre Otzi, o Homem de Gelo acesse a reportagem abaixo postada anteriormente aqui no blog:

https://arqueologiaeprehistoria.com/2013/06/13/otzi-o-homem-de-gelo-de-5-300-anos-atras-causa-mortis/

Um comentário

Deixe uma resposta para Esse homem foi assassinado há mais de 5.000 anos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s