Você sabe o que é a Proto-História?

Por Gabriel Peixoto

Tradicionalmente aprendemos que o percurso da humanidade é dividido em dois grandes momentos: a Pré-História e a História. O aparecimento da escrita é o grande ponto de virada do primeiro para o segundo momento. Mas e então, onde entra essa tal de “Proto-História”?


Podemos compreender a Proto-História como um momento intermediário, de hibridez, de transição, depois da Pré-História e anterior à História. É, por definição, um momento de grande complexidade e dinamicidade cultural. Na Europa Ocidental estamos falando, genericamente, dos inícios do I milênio a.C. aos seus finais. Na medida em que as civilizações mediterrânicas, como os gregos, romanos e fenícios, colonizavam ou conquistavam outras áreas, essas mantiveram diversos contatos – bélicos ou comerciais – com populações autóctones. Essas comunidades indígenas ainda preservavam características de raízes pré-históricas e, com esses contatos estrangeiros, selecionavam, escolhiam e apuravam as “inovações” mediterrânicas e vice-versa. Conferimos nesse momento uma grande movimentação de pessoas que com elas carregavam essas “inovações”. Como por exemplo, os romanos adotaram o gladium (tipo de espada) de algumas populações hispânicas. Ou ainda, algumas comunidades célticas do leste da França valorizavam grandes vasos gregos, nomeadamente o krater, e o utilizaram em rituais de inumação (vide o famoso enterramento de Vix).

O grande Krater de Vix. Um vaso grego num enterramento indígena. Imagem do site Art History Project


A proto-história foi um momento estruturante na história da humanidade, sendo nela contida comunidades de diferentes organizações sociais e políticas com diferentesa ideologias, cosmologias e teologias.


O próprio termo é formado pelo prefixo proto- (que vem do grego πρῶτος e é comumente traduzido como ‘primeiro’, ‘inicial’ ou ‘anterior’) e a palavra história. Dentro da Arqueologia e de outras ciências utilizamos deste prefixo quando nos referimos aos estágios iniciais de algo, ao seu começo.

Portanto, chamamos sociedades de ‘proto-históricas’ aquelas que não possuem a escrita per se, mas que são contemporâneas daquelas que possuem.


Por exemplo, os gregos e os romanos nos deixaram textos (informações escritas) sobre comunidades ou povos que eles diretamente – ou indiretamente – contactaram. São informações ‘terceirizadas’, alheias e sobrecarregadas de etnocentrismos. Um exemplo concreto: o famoso general e ditador romano Júlio César escreveu um tratado sobre a conquista da Gália (França), chamado de ‘De Bello Gallico’ (Traduz-se ‘Sobre a Guerra da Gália’), em que nele descreve muitos costumes, hábitos e outros elementos culturais dos povos que habitavam aquela região. Ou ainda Estrabão, geografo grego, a quem foi encomendado um grande atlas “mundial”, em seu livro ‘Geografia’ descreve tanto as características geográficas de regiões mas também os povos e populações – e seus costumes – que nelas habitavam. Outros célebres autores clássicos que podemos listar: Avieno (Ora Marítima), Plínio-o-velho (História Natural), Heródoto (Histórias) e muitos outros.

César e a conquista da Gália. Neste quadro de Royer (1899) vemos de maneira extremamente romantizada o momento que o chefe Gaulês, Vercingetoríx, entrega suas armas ao proconsul romano e se rende. Imagem da Wikimedia Commons


As informações arqueológicas somadas com essas terceirizadas informações escritas são as fontes para entendermos esse momento interessantíssimo humano. Foi um momento marcado pela translucidez das influências entre populações dicotômicas. O momento proto-histórico é também associado ao surgimento da metalurgia, do cobre, depois do bronze e, finalmente, do ferro.

Para saber mais
VILAÇA, Raquel. Proto-História. In: Dicionário de Arqueologia Portuguesa. ALARCÃO, Jorge (coord.); BARROCA, Mário (coord.). Editora Figueirinhas, Porto. 2012. p.
CUNLIFE, Barry (2018). The Ancient Celts. Oxford University Press, Reino Unido. 2ª Edição. p. 486

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s