Arqueologia e Pré-História

Desde 2013 colaborando com a educação e informação ao grande público sobre arqueologia e pré-história em língua portuguesa. Notícias, artigos, eventos, e muito mais! (Este site NÃO possui fins lucrativos).

Etnoarqueologia

Por Geraldo PMJ

A etnoarqueologia é o estudo etnográfico feito por arqueólogos(as) em sociedades atuais com o objetivo de obter informações que ajudem a compreender sociedades do passado. Ou seja, é o estudo que arqueólogos(as) fazem utilizando a etnografia (um método antropológico que está relacionado à descrição de um grupo humano) para estudar os processos de produção, distribuição, consumo e descarte de objetos em uma sociedade atual para fazer uma analogia com uma sociedade do passado.

Resultado de imagem para Nunamiut binford

Livro de Lewis Binford, sobre seu estudo etnoarqueológico mais famoso.

Um exemplo é o estudo etnoarqueológico realizado por Lewis Binford com os Nunamiut no Alasca. O objetivo de sua pesquisa era ver como o comportamento dessa sociedade se reflete nos objetos utilizados por elas. Assim, ele poderia melhor compreender as sociedades que viveram no período glacial na Europa (no caso os Musteriense, um grupo cultural que viveu entre 300000 e 40000 antes do presente). Ele escolheu fazer o trabalho etnográfico com os Nunamiut porque estes viviam em um ambiente parecido com o grupo o qual Binford pretendia entender (no caso os Musteriense). É importante notar que Binford acreditava que se duas sociedades vivem em um ambiente semelhante, o seu comportamento seria também semelhante (e portanto os objetos também).

A pesquisa etnoarqueológica busca então, fornecer informações sobre como as pessoas no passado podem ter vivido a partir da observação de sociedades semelhantes do presente. Ao olhar para a forma como diferentes grupos sociais vivem e se comportam hoje, arqueólogos(as) buscam entender melhor os vestígios materiais deixados pelas sociedades anteriores e inferir como eram usados e por quê. A etnoarqueologia também pode ajudar na compreensão da forma como um objeto foi feito e qual a função deste objeto.

Para saber mais sobre o assunto:

GOULD, Richard A. 1989. ETHNOARCHAEOLOGY AND THE PAST: OUR SEARCH FOR THE “REAL THING”. Fennoscandia archaeologica VI: 3-22.

POLONI, Juliana Soares. 2009. A Etnoarqueologia no Brasil: ciência e sociedade no contexto da redemocratização. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, 19: 87-102.

SILVA, Fabíola Andréa. 2009. Etnoarqueologia: uma perspectiva arqueológica para o estudo da cultura material. MÉTIS: história & cultura, 8 (16): 121:139

DAVID, N. & KRAMER, C. 2001. Ethnoarchaeology in Action. Cambridge University Press.

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: