Arqueologia e Pré-História

Desde 2013 colaborando com a educação e informação ao grande público sobre arqueologia e pré-história em língua portuguesa. Notícias, artigos, eventos, e muito mais! (Este site NÃO possui fins lucrativos).

Arqueologia Pré-Histórica

por JuCa

Arqueologia Pré-Histórica, apesar de ser um termo bastante usado, não possui uma definição concreta de fato, já que o próprio termo “pré-história” não tem um definição clara, e raramente é utilizado no meio acadêmico. O termo pré-história é utilizado popularmente para se referir a um período muito antigo, anterior ao uso dos instrumentos de metal, anterior a invenção da escrita, e anterior ao sistema capitalista e de Estado; para e referir às sociedades que produziam industrias de pedra lascada, de osso e de cerâmica, e que deixaram registros rupestres em cavernas e paredões de rochosos.

Sem título

Artefatos de pedra lascada e cerâmica são exemplos de vestígios pré-históricos. Crédito: JuCa

Mas é complicado chamar algo de pré-histórico só pela ausência da escrita, de dinheiro, ou ou de artefatos metálicos. Os europeus em 1500 são considerados como uma sociedade do período histórico, mas nem todos os grupos humanos europeus dessa época possuíam sabiam ler ou escrever, mas nem por isso eram chamados de pré-históricos. Já a sociedade Maya, deste mesmo período, é considerada uma sociedade pré-histórica, apesar de já ter desenvolvido um Estado, um sistema de escrita, e até mesmo usufruir de alguns artefatos de metal.

Essa divisão entre Arqueologia Histórica e Pré-Histórica parte de uma visão eurocentrista que considera outras sociedades, em especial aquelas invadidas pelos navegantes Europeus a partir do século 15, como sociedades pré-históricas; sociedades que ainda não possuem uma história. Essa visão eurocentrista é, obviamente, carregada de preconceitos. Portanto, arqueólogos atuais evitam o uso destes termos.

Infelizmente, o termo “pré-história” se tornou extremamente popular no último século, e é utilizado popularmente por aqueles que sequer sabem o seu significado. Se por um lado  na Europa ainda se considera como período histórico o período após a invenção da escrita, no continente americano consideramos que toda as sociedades possuem história. E portanto, chamamos as sociedades que nunca tiveram contato com os invasores/colonizadores europeus de sociedades pré-coloniais. Portanto, Se você ouvir o termo Arqueologia Pré-Histórica, ele se refere à Arqueologia feita sobre sociedades que nunca tiveram contato com invasores europeus.

Não existem livro a serem recomendados para ficar a par deste tema. Afinal, os únicos livros que tratam de “arqueologia pré-histórica” são relativamente ultrapassados. Atualmente, os estudos arqueológicos são subdivididos pelos métodos ou objetos de estudo, e não pela cronologia.

João Carlos Moreno de Sousa é arqueólogo formado pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC GO) e mestre em arqueologia pela Universidade de São Paulo (USP). Possui experiência com estudos de tecnologia lítica e arqueologia cognitiva. Atualmente cursa doutorado em Arqueologia pelo Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro (MN-UFRJ) e administra o site “Arqueologia e Pré-História”.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: