Arqueologia e Pré-História

Desde 2013 colaborando com a educação e informação ao grande público sobre arqueologia e pré-história em língua portuguesa. Notícias, artigos, eventos, e muito mais! (Este site NÃO possui fins lucrativos).

Homo erectus enquanto caçadores no Kenya

Milhares de ossos de animais massacrados que carregam marcas de ferramentas de dois milhões de anos foram descobertos no sítio Kanjera do Sul, no Quênia pelo antropólogo Joseph Ferraro, da Universidade de Baylor. Os ossos representam  gazelas e outros animais relativamente pequenos que podem ter sido mortos por Homo erectus caçadores e levados de volta para Kanjera do Sul, onde foram comidos como carniça. Poucas marcas de dentes de animais nos ossos apoiam a ideia de que os animais foram mortos por hominídeos. Caveiras adicionais e mandíbulas de animais maiores, como antílopes e gnus sugerem que os ancestrais humanos também se aproveitaram das cabeças deixadas por grandes predadores para comer o tecido cerebral nutritivo. Não há sinais de cozinha em Kanjera do Sul, no entanto.

Fonte: http://www.archaeology.org/news/852-130507-kenya-kanjera-south-hominids

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 11/05/2013 por em Reportagens.

Siga-nos no Facebook, e acesse mais conteúdo

Siga-nos no Twitter

%d blogueiros gostam disto: