Patrimônio Arqueológico do Peru AMEAÇADO!

Nota do JuCa: Por favor, repassem a mensagem abaixo!

—————————

Saudações,

arqueólogos e pesquisadores de diferentes nacionalidades que vêm para investigar o maravilhoso legado arqueológico do Peru.

Somos um grupo de arqueólogos e estudantes de arqueologia peruanos que gostariam de compartilhar com vocês a nossa profunda preocupação com as leis promulgadas recentemente pelo governo peruano que vai afetar gravemente o patrimônio arqueológico do nosso país. O governo de Ollanta Humala emitiu o Decreto Supremo 054-2013-PCM, que simplifica o tempo de tramitação do certificado de ausência de vestígios arqueológicos (CIRA), que o Ministério da Cultura pede a todas as empresas que querem trabalhar em áreas específicas do território. Ao simplificar este procedimento, substitui-se a Avaliação de Projetos Arqueológico anterior (EAP), que foi o estudo encomendado para avaliar se eles tinham ou não sítios arqueológicos nas áreas solicitadas, e também anula a supervisão que os próprios arqueólogos do Ministério da Cultura faziam nesses terrenos, para verificar a existência de restos mortais. Portanto, estes CIRA serão emitidas a partir de 1 de junho deste ano de uma forma simples, sem qualquer verificação em campo da presença ou ausência de sítios arqueológicos. Considerando-se (e algo que você tenha sido capaz de corroborar) a enorme densidade de sítios arqueológicos em todo o território peruano, e somado ao fato de que, infelizmente, o Ministério da Cultura do Peru não tem um registo oficial de todos esses sítios arqueológicos, muito menos determinado suas áreas de extensão, sua delimitação e inscrição no Registro Público para a proteção ideal, é que consideramos que a aplicação deste decreto vai se tornar uma das mais graves violações do patrimônio arqueológico do Peru, e que a grande maioria dos sítios arqueológicos desprotegidos e em risco de destruição, uma forma oficial pelo governo peruano. Muitos dos sítios arqueológicos que vocês investigam e que fizeram grandes contribuições para a ciência, não apenas global, mas também peruana, poderiam ser seriamente afetados, recortados ou mesmo destruídas por este Decreto e outro emitido após (Decreto Supremo 060 -2013-PCM). Pense também na grande maioria dos sítios não-monumentais, mas que contêm dados científicos (acampamentos, lixões, oficinas, edifícios residenciais, cemitérios, etc.) que podem desaparecer, muitas delas sem sequer saber que existiam. É por isso que pedimos o seu apoio na campanha que estamos organizando em Lima e outras cidades para exigir que o governo peruano revogue estas leis, pois é um ataque sério sobre a cultura do nosso país. Queríamos perguntar se você poderia informar e compartilhar às instituições em que você trabalha, universidades, museus, centros de pesquisa, organizações científicas e até mesmo para os governos dos seus países e aplicar pressão sobre o governo peruano para revogar permanentemente os decretos, que vai fazer danos irreversíveis para o conhecimento de um dos seis centros da civilização do mundo. Esperamos sua compreensão e ajuda.

Atenciosamente:
COLETIVO DE DEFESA DO PATRIMÕNIO – PERU

2 comentários

  1. bom dia , sou brasileiro, fiz uma viagem ao peru essa semana onde fiz a trilha da montanha de machu picchu , e na subida encontrei uma caverna , um buraco , onde existe um vaso ou um pote de ceramica, , apenas fotografei , o mesmo , gostaria gostaria de saber se e de interesse de algum arqueologo saber da localizacao desse objeto

Deixe uma resposta para arnaldo celso olivi filho Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s