Arqueologia e Pré-História

Desde 2013 colaborando com a educação e informação ao grande público sobre arqueologia e pré-história em língua portuguesa. Notícias, artigos, eventos, e muito mais! (Este site NÃO possui fins lucrativos).

[Artigo] Desgaste dental e comportamento cultural em seres humanos do Paleolítico Médio do Oriente Médio

Cover image for Vol. 151 Issue 4

Dental wear and cultural behavior in Middle Paleolithic humans from the Near East

Autores: Luca Fiorenza & Ottmar Kullmer

Resumo traduzido:

Neandertais e humanos anatomicamente modernos (HAMs) podem ter vivido em estreita proximidade na região do Oriente Próximo durante o Paleolítico Médio. Embora as análises morfológicas funcionais sugiram um contraste comportamental marcante entre esses dois grupos humanos, novas estudos de micro e macro desgastes odontológicos, juntamente com os novos dados arqueológicos, revelaram algumas semelhanças na ecologia e nos hábitos alimentares. Neste estudo, analisamos os padrões de desgastes dentários de neandertais e HAMs de sítios di Paleolítico Médio de Israel e norte do Iraque, utilizando o método de análise de impressões digitais oclusas (OFA) para virtualmente reconstruir os movimentos mandibulares responsáveis ​​pela criação das áreas de desgaste oclusal. Nós nos concentramos principalmente no para-facetas, um tipo distinto de desgaste que tem sido descrito anteriormente na dentição de  caçadores-coletores pré-históricos e modernos. A análise revela uma similaridade na freqüência de para-faceta entre o os antigos neandertais e HAMs do oriente próximo, e uma diferença significativa com outros grupos humanos do Pleistoceno. A ausência contatos de oclusão antagonista nos dentes inferiores e a análise de compasso ocluso sugerem que a formação de para-faceta não está relacionada com a mastigação normal, mas com atividade não-mastigatória. Assim, a identificação das áreas de desgaste não-mastigatórias nos molares do dos antigos neandertais e HAMs do oriente próximo pode indicar usos análogos de dente como ferramenta para atividades de tarefas diárias. Estes podem ter surgido de forma independente ou podem ser interpretados como evidência indireta de interações culturais entre esses dois grupos.

Publicado na American Journal of PHYSICAL ANTHROPOLOGY

Link de acesso ao artigo: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/ajpa.22335/abstract

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 02/08/2013 por em Reportagens.
%d blogueiros gostam disto: