Arqueologia e Pré-História

Desde 2013 colaborando com a educação e informação ao grande público sobre arqueologia e pré-história em língua portuguesa. Notícias, artigos, eventos, e muito mais! (Este site NÃO possui fins lucrativos).

Arqueologia em Ação 2015: Resultados da Enquete

Encerramos a enquete sobre o programa Arqueologia em Ação no dia 25 de janeiro. O objetivo da enquete foi simplesmente saber quais são os temas de maior interesse dos nossos leitores para a produção de episódios. E devo dizer que os resultados me surpreenderam, de um modo geral. Alguns temas que eu imaginei que teriam muito interesse do público em geral foram pouco votados, enquanto outros temas que eu achei que haveriam poucos votos foram os mais selecionados. Mas, de uma modo geral, a nossa pequena “eleição” foi bem acirrada. A votação foi anônima.

arqueologia em ação - template - com endereçoA pesquisa serviu para se ter uma ideia dos temas que o público do site tem um maior interesse de consumo áudio-visual, considerando que o público deste site é formado por: estudantes de arqueologia e áreas afins; profissionais de arqueologia e áreas afins; e outras pessoas que não trabalham ou estudam arqueologia, mas simplesmente admiram a arqueologia de alguma maneira (sendo, este terceiro grupo, o maior entre os seguidores da nossa página no Facebook). Bem vamos aos resultados:

Os mais votados

O vencedor: O tema de maior interesse para um episódio do Arqueologia em Ação foi “Métodos de Escavação Arqueológica“. E já que foi o grande vencedor, vamos começar a “mexer os pauzinhos” desde já para a produção deste episódio. Assim que possível anunciaremos o arqueólogo que cederá a entrevista, de modo que todos possam enviar suas perguntas e possam sanar suas dúvidas sobre o tema.

Em segundo lugar tivemos um empate entre os temas Arqueologia Experimental e História da Arqueologia no Brasil. Isso significa que tentaremos ao máximo produzir estes dois episódios assim como o mais votado, porém com menor prioridade.

Em terceiro lugar houve um empate entre três temas: Arqueologia da Paisagem, Arqueologia Forense, e Restauro (de Peças Arqueológicas). Isso quer dizer que faremos um esforço para tentar produzir estes episódios este ano, porém com menor prioridade aos outros já citados.

Com relação aos demais temas votados, mas que não ficaram entre os primeiros: Isso não significa que eles serão descartados. A possibilidade de realizarmos os outros temas existe, alguns com menos ou mais chances de acontecer devido simplesmente às oportunidades que possam surgir.

Lista dos temas em ordem de votação

  1. 27 votos: Métodos de Escavações Arqueológicas
  2. 22 votos: Arqueologia Experimental; História da Arqueologia no Brasil
  3. 20 votos: Arqueologia da Paisagem; Restauro (de peças arqueológicas); Arqueologia Forense
  4. 19 votos: Artefatos líticos,
  5. 18 votos: Antiguidade dos humanos no Brasil e na América; Paleoantropologia (Evolução Humana); Arqueologia da Escravidão
  6. 17 votos: Representações rupestres; Legislação sobre o patrimônio arqueológico,
  7. 16 votos: Arqueologia Amazônica; Etnoarqueologia
  8. 14 votos: Zooarqueologia; Arqueologia Preventiva (de contrato); Arqueologia Bíblica; Museologia; Arqueogenética
  9. 12 votos: Arqueologia da Repressão; Artefatos cerâmicos; Arqueologia Pública; Sambaquis
  10. 11 votos: Arqueobotânica; Arqueologia de Gênero; Arqueologia Clássica
  11. 10 votos: Arqueologia Pré-Colombiana
  12. 9 votos: Arqueologia Urbana
  13. 3 votos: Arqueometria

Total: 457 votos nos temas listados.

Temas sugeridos pelo público

Tivemos algumas boas sugestões, algumas das quais algumas podem ser incluídas com os temas oferecidos. Vejamos quais foram as sugestões

Temas sugeridos por duas pessoas cada:

  • Arqueologia e Educação Patrimonial – Este tema poderia ser incluído, sem problemas, junto à arqueologia pública, que é muito mais abrangente. Mas isso não exclui a possibilidade de realizarmos um episódio mais específico neste tem
  • Arqueologia Sensorial – Tema que tem chamado a atenção de vários estudantes recentemente e que foi esquecido na hora de elaborar a lista. A possibilidade de realizarmos a entrevista existe. Bastaria que um arqueólogo da área aceitasse nosso convite.

Temas sugeridos por apenas uma pessoa cada:

  • Arqueologia das Crianças – Os atuais debates sobre Gênero incluem os estudos sobre as crianças, de modo que poderíamos incluir isso num episódio Arqueologia de Gênero
  • Arqueologia Proibida – Este termo tem sido utilizado por sensacionalistas que acreditam que muitas evidências “inexplicáveis” tenham sido ocultadas do grande público. Mas nosso projeto tem como o objetivo levar o conhecimento científico ao público, e não o sensacionalismo. Não trabalharemos com esta temática.
  • Arqueologia do Clima – Um tema interessante que foi deixado de lado na elaboração da nossa lista, Paleoclimatologia e Arqueologia. Infelizmente temos poucos pesquisadores no Brasil que trabalham com isso. Caso surja uma oportunidade, valeria a tentativa.
  • Arqueologia para quem? – A princípio esta sugestão pode parecer uma “zoeira”, mas de fato é um tema muito relevante para a Arqueologia Teórica (mais um tema que ficou de fora da nossa lista) e para a Arqueologia Pública. “Arqueologia para quem” nada mais é que uma discussão sobre a importância desta ciência para os diversos públicos, e com certeza vale um esforço de produção de episódio.
  • Arqueologia Fenícia na Amazônia – Sinto informar que não existe sequer vestígios arqueológicos que pudessem comprovar uma ocupação de povos Fenícios na nossa querida Amazônia. Sobre este tema recomendo que leia nossa matéria sobre “Arqueologia Questionada“, em especial o tópico 11.
  • Nenhum – É… ok… eu ri, na verdade. Hehe. A sugestão dessa pessoa é que não façamos nenhum tema. Obrigado pela “zoeira”, campeão!
  • Os tramites para a profissionalização – Este tema já foi pensado dentro de um episódio sobre Legislação sobre o patrimônio arqueológico, o qual faremos assim que surgir uma oportunidade. Tema de extrema importância.
  • Geoarqueologia em ambientes costeiros – De fato, já temos até uma arqueóloga que nos cederá a entrevista assim que possível.
  • Arqueologia dos dinossauros – Na verdade, isso não existe. A pessoa que sugeriu provavelmente estava se referindo à Paleontologia. A maioria das pessoas ainda confunde muito a Arqueologia e a Paleontologia. E infelizmente a mídia e a ficção contribui para esta confusão. Sugiro a leitura do texto sobre Paleontologia, publicado aqui no site, para entender melhor esta confusão.
  • Arqueologia Etrusca – Teríamos que encontrar algum arqueólogo que trabalhe com os Etruscos (não sei se existe alguém no Brasil). Mas se surgir alguém, podemos tentar convidar.
  • Megalitismo – Mais um tema interessante que ficou fora da lista. Interessante até porque muitas pessoas não sabem que existem monumentos megalíticos pré-históricos no Brasil (do tipo Stonehenge). Vale a tentativa!
  • Arqueologia Ambiental – Uma arqueologia ambiental, na verdade, está mais relacionada aos estudos de paisagem. Considero a inclusão desta sugestão dentro de um episódio de Arqueologia da Paisagem (que foi um dos mais votados).
  • Arqueologia Subaquática – Já realizamos um episódio sobre Arqueologia Subaquática com o arqueólogo Mestre Luis Felipe Freire. Você pode conferir o episódio clicando aqui.

Agradeço a todos que votaram e deram suas sugestões! Esperamos poder realizar todos os temais mais votados este ano, e se possível mais! Um grande abraço!

João Carlos Moreno de Sousa

Anúncios

3 comentários em “Arqueologia em Ação 2015: Resultados da Enquete

  1. Elisa Pereira
    28/05/2015

    arqueologia proibida não é sensacionalista, o que esta presente no fato da informação é a gasolina do negocio todo. Arqueologia cientifica obedece a um padrão protegido pelo poder nacional e internacional e responde a um padrão politico controlado, por isso as descobertas nem sempre são reconhecidas mesmo com comprovação. O poder não quer mudar a historia humana, nem tem interesse nisso. Isso que escrevi também não é nada, porque são apenas pensamentos improváveis de alguém com pouca informação. Meu amor pela arqueologia é um karma descoberto muito tarde, mesmo assim é apaixonante um doçura incontrolável.

  2. mariza alves
    15/10/2015

    Como faço para me escrever?

    • JuCa
      15/10/2015

      Você quis dizer: inscrever? Do que você está falando?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 25/01/2015 por em Arqueologia em Ação.
%d blogueiros gostam disto: