Arqueologia e Pré-História

Desde 2013 colaborando com a educação e informação ao grande público sobre arqueologia e pré-história em língua portuguesa. Notícias, artigos, eventos, e muito mais! (Este site NÃO possui fins lucrativos).

USP – Conferência “Humanos e animais: os limites da humanidade” – 22 de maio

Portal Title

Data: 22/05/2013, às 09:30h

Local:

Sala de Eventos – Instituto de Estudos Avançados, Rua Praça do Relógio, 109, bloco K, 5º andar, Cidade Universitária (USP)
Conferencista: Eliane Sebeika Rapchan (Universidade Estadual de Maringá)

Tema

Primatologia, “culturas” não humanas, novas alteridades e etnografia

Resumo

De modo semelhante aos rompantes etnocêntricos de uma cultura humana frente a outras, as relações entre humanos e primatas não-humanos incluem um estranhamento pontuado por atração e repulsa, identificação e diferenciação. A ciência, a arte e os mitos são expressão viva e atualizada disso. Desde 1960, a primatologia destaca-se nesse cenário por contribuir significativamente para a revisão das definições sobre o comportamento dos primatas e, consequentemente, para a redefinição do humano tendo, inclusive, apresentado a polêmica proposição de existência de “culturas” de animais não humanos. Na mesma direção, a aproximação entre humanos e primatas não-humanos parece inexorável e irreversível. Assim, constitui-se uma nova Alteridade, um novo Outro (não-humano), carregado de significados. Isso inclui a reformulação das representações que fazemos deles, das categorias de classificação nas quais os inserimos e de seus direitos. Quando o desafio é dirigido a situações de pesquisa antropológica que enfoquem as relações entre os seres humanos e os outros primatas, a consciência de que o registro etnográfico descreverá a relação humano-primata e será uma construção empírica, perceptual e teórica deve ser igualmente aguda. Dado o tipo particular de relação que os humanos estabelecem com os outros primatas, pautado num universo fronteiriço de incômodas semelhanças e diferenças, constituem-se aí coletivos híbridos em que há interações possíveis, mas não se conhece ainda exatamente o seu alcance ou sua profundidade.

 

Palavras-chave

Alteridade, animalidade, coletivos híbridos, culturas de chimpanzés, etnografia, híbridos, humanidade, relações entre humanos e não humanos.

 

Transmissão ao vivo

www.iea.usp.br/iea/aovivo

 

Inscrições

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 21/05/2013 por em Eventos.
%d blogueiros gostam disto: