O uso da internet para a divulgação científica da Arqueologia (e o nosso artigo na Enciclopédia Global de Arqueologia)

Por: JuCa

A internet possui um potencial nunca visto antes para transmissão de informações, quebrando barreiras sociais, econômicas e principalmente geográficas. Este potencial tem sido aproveitado nos últimos anos para uma divulgação do conhecimento científico por parte dos próprios cientistas, que até poucos anos atrás e limitavam em lidar diretamente com o público presencialmente em cursos, palestras e outros eventos acadêmicos. Com a internet os cientistas podem lidar diretamente com o público através de várias formas em meio digital, sem dependência de jornalistas por exemplo – dos quais poucos destes profissionais tem interesse em realizar divulgação científica.

O nosso site, Arqueologia e Pré-História, tem aproveitado deste potencial para disseminar o conhecimento entre o público brasileiro, estendendo-se para falantes da língua portuguesa em geral, desde 2013. Foi graças ao esforço deste arqueólogo que aqui escreve, e com a colaboração de outros arqueólogos/estudantes que fazem parte deste site, surgiu um convite para que eu escrevesse um artigo para ser publicado na segunda edição da Enciclopédia de Arqueologia Global (Encyclopedia of Global Archaeology),  publicado pela Editora Springer, tratando não só da divulgação científica da arqueologia, mas também do ensino propriamente dito sobre esta ciência, além de mostrar alguns resultados do que já realizamos no Brasil através do nosso site, assim como o que outros colegas da arqueologia brasileira também tem feito neste sentido até o início de 2018, como o projeto Arqueologia em Ação, o projeto Contexto’s Live, o canal Arqueologia Egípcia (além do site de mesmo nome), etc.

O artigo “Internet Use for Archaeological Education” (em português: O Uso da Internet para Educação Arqueológica) será parte da nova edição da enciclopédia que será publicada (a princípio) entre 2019 e 2020. Este artigo apresenta um breve histórico dos principais projetos que realizaram divulgação científica da arqueologia desde a década de 1990 – época em que a internet se popularizou. O artigo também conta com uma breve discussão sobre como fazer essa difusão do conhecimento científico e quais informações sobre arqueologia devem ser transmitidas para o grande público.

O mundo digital chegou e os arqueólogos, apesar de estarem sempre atentos ao passado, devem olhar também para suas futuras direções em relação à difusão do seu conhecimento. Afinal, quando o público se torna consciente da arqueologia, ele passa a entender melhor a importância do patrimônio cultural material e da história da humanidade, além de respeitar e colaborar com o nosso trabalho.

Por se tratar de um artigo de enciclopédia, ele não se aprofunda no tema tão bem quanto poderia. E por esta mesma razão, um artigo ainda mais completo (e atualizado), em língua portuguesa e com a participação de mais autores será publicado em breve.

O artigo publicado na enciclopédia já está disponível para leitura na sua forma digital. Apesar do acesso estar restrito aos compradores da obra completa, disponibilizamos o artigo para acesso livre abaixo. Basta clicar na referência abaixo para ler ou baixar o artigo completo:

MORENO DE SOUSA, J. C. 2018. Internet Use For Archaeological Education. IN: SMITH, Claire [Ed.] Encyclopedia of Global Archaeology. Springer. doi: 10.1007/978-3-319-51726-1_2533-1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s